e-hum


Imagem para capa da revista

INDEXADORES DA REVISTA E-HUM

DOAJ é um diretório online com curadoria da comunidade que indexa e fornece acesso a periódicos de alta qualidade, acesso aberto e revisados por pares.

REDIB é uma plataforma de conteúdos científicos e académicos em formato eletrónico, produzidos no âmbito ibero-americano. REDIB  facilita o acesso, a difusão e a valorização da produção científica gerada nos países do seu âmbito de atuação, especialmente nos vários idiomas que lhes são próprios.
A Agência Estatal Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC) é a maior instituição pública dedicada à investigação na Espanha e a terceira na Europa. Pertence ao Ministério de Economía y Competitividad e através da Secretaría de Estado de Investigación, Desarrollo e Innovación, tem como objetivo fundamental desenvolver e promover investigações em benefício do progresso científico e tecnológico e está acessível à colaboração com entidades espanholas e estrangeiras.
Universia é a Rede de Universidades mais importante da Iberoamérica, constituída por 1.401 universidades de 23 países (Ámbito de actuación: Andorra, Argentina, Bolivia, Brasil, Chile, Colombia, Costa Rica, Cuba, Ecuador, El Salvador, España, Guatemala, Honduras, Nicaragua, México, Panamá, Paraguay, Perú, Portugal, Puerto Rico, República Dominicana, Uruguay, USA y Venezuela e que dessa forma representa 19,2 milhões de estudantes e professores, e conta com o mecenato do Banco Santander.


Citefactor é um serviço que fornece acesso a periódicos de acesso aberto com qualidade controlada. A indexação do diretório de periódicos visa ser abrangente e cobrir todos os periódicos científicos e acadêmicos de acesso aberto que usam um sistema de controle de qualidade


O Latindex é o produto da cooperação de uma rede de instituições que trabalham de forma coordenada para reunir e divulgar informações sobre periódicos científicos produzidos na América Latina. A ideia de criar o Latindex surgiu em 1995 na Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e se tornou uma rede de cooperação regional a partir de 1997. Inclui revistas científicas, técnico-profissionais e de investigação científica e cultural publicadas na América Latina, Caraíbas, Espanha e Portugal. Além disso, oferece informações sobre revistas de conteúdo ibero-americano publicadas em qualquer parte do mundo. Os periódicos podem ser impressos ou eletrônicos, de todas as disciplinas científicas.

 Sumários de Revistas Brasileiras é uma Base de Dados de periódicos científicos.
Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto - Brasil.

O MIAR coleta dados para a identificação e análise de periódicos científicos. Caso algum ISSN seja inserido na caixa de busca, o sistema localizará em quais bases de dados dos contemplados na matriz o periódico está indexado, estando ou não no MIAR, e calculará seu ICDS (sem contar o Índice de Sobrevivência se não faz parte do MIAR).

O Portal brasileiro de publicações científicas em acesso aberto - oasisbr é um mecanismo de busca multidisciplinar que permite o acesso gratuito à produção científica de autores vinculados a universidades e institutos de pesquisa brasileiros. 

O Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), é uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional.

O WorldCat é um catálogo em linha gerido pelo Online Computer Library Center e considerado o maior catálogo em linha do mundo.

LA Referencia dá visibilidade à produção científica das instituições de educação superior e pesquisa da América Latina, promove o Acesso Aberto e gratuito ao texto completo, com especial ênfase nos resultados financiados com fundos públicos.

O Portal Periódicos de Minas é uma das ações da Política, sendo uma plataforma digital de acesso aberto na qual é possível ter acesso a quase 400 revistas científicas sediadas em Minas Gerais, além de divulgar informações sobre aspectos relativos aos periódicos e eventos promovidos pelo Portal.

O Diadorim é um diretório que reúne as políticas editoriais sobre o armazenamento e acesso aos artigos das revistas científicas brasileiras em repositórios institucionais de acesso aberto

 

SHERPA/RoMEO é um serviço oferecido pela SHERPA para mostrar as políticas de depósito de obras com direito autoral e de acesso aberto das publicações acadêmicas.

O Wikidata é uma plataforma que visa fornecer uma base de dados editada colaborativamente para oferecer suporte para projetos tais como a Wikipédia.

                             

O Base é um indexador de metadados de todos os tipos de recursos academicamente relevantes - periódicos, repositórios institucionais, coleções digitais etc. - que fornecem uma interface OAI e usam OAI-PMH para fornecer seus conteúdos (consulte nossas Regras de Ouro para Gerentes de Repositório ). Você pode acessar os textos completos de cerca de 60% dos documentos indexados gratuitamente (Acesso Aberto). O BASE é operado pela Bielefeld University Library.

O OpenAIRE é um indexador que tem como objetivo geral apoiar a implementação do Open Access na Europa. Fornece os meios para promover e realizar a adoção generalizada da Política de Open Access

LatinREV é a rede cooperativa de periódicos e associações de periódicos acadêmicos na área de ciências sociais e humanas criada a pedido do Departamento de Estado e Políticas Públicas.

Paperity é o primeiro agregador multidisciplinar de periódicos e artigos de Acesso Aberto.

O LIVRE constitui um Portal de listagem para periódicos de livre acesso na Internet

Indexador  Europeu (Norueguês) de acesso aberto das áreas de Humanidades e Ciencias Sociais.


Notícias

 

CHAMADA DOSSIÊ: v. 14, n. 1 (2021) Dossiê sobre a Luta Antirracista e as ações afirmativas no contexto pandêmico.

 

 

 

 

Chamada para edição da Revista E-hum até 01 de junho de 2021

O Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Educação e Relações Étnico Raciais (NEPER) e o Periódico e-hum propõem a chamada para publicação de Dossiê na edição do Volume 14, número 1 referente ao primeiro semestre de 2021. Está edição busca uma reflexão sobre as questões étnico-raciais a partir da proposta do Dossiê sobre a Luta Antirracista e as ações afirmativas no contexto pandêmico e de temas afins. A proposta constitui em receber as contribuições no formato de artigo, entrevistas e resenhas de trabalhos que abordam as políticas de reparação histórica e da luta antirracista, se possível com inflexão para discutir o contexto pandêmico. "

 
Publicado: 2021-05-05
 

CHAMADA DOSSIÊ: v. 13, n. 1 (2020) A História da Arte e a construção da fantasia no mundo barroco.

 

 

Organizadores: Profs. Magno Moraes Mello, Rangel Cerceau Netto e Claudio Monteiro Duarte

 convidam os(as) pesquisadores(as) interessados(as) a submeterem trabalhos para o seu próximo volume, no qual será publicado o dossiê “A História da Arte e a construção da fantasia no mundo barroco”. 

A revista E-hum é um periódico vinculado ao Centro Universitário de Belo Horizonte voltado para a área das Humanidades e cujo objetivo é publicar, preferencialmente, textos resultantes dos trabalhos de pesquisadores, docentes e discentes de diferentes vínculos institucionais. Os trabalhos a serem publicados podem ser constituídos por resultados parciais ou finais de investigações acadêmicas. O periódico publica edições semestrais e recebe materiais em fluxo contínuo nas seguintes seções: artigos de dossiês temáticos, artigos livres, transcrições documentais comentadas, resenhas e entrevistas.

O Dossiê “A História da Arte e a construção da fantasia no mundo barroco” é uma edição que contempla contribuições que envolvam temáticas relacionadas ao universo barroco e a sensibilidade artística nas diversas linguagens e perspectivas artísticas. 

 Os trabalhos submetidos deverão conter entre 10 e 30 páginas, incluindo as referências, e serão avaliados por meio de revisão por pares, com retorno aos autores. Para mais informações sobre as normas de publicação, acessar o link: https://revistas.unibh.br/dchla/about/submissions#onlineSubmissions

 Data limite de submissão de trabalhos: 20/07/2020

Submissão de trabalhos através da plataforma online da revista.: https://revistas.unibh.br/dchla/issue/view/154/showToc

 
Publicado: 2020-06-04
 

Agora a E-HUM é B2 no novo Qualis Capes

 

Amigos e colaboradores desculpem pelo textão! Não é recomendado para o facebook, mas segue o script com duas laudas...

Abrimos o último dia de dezembro de 2019 comemorando mais uma importante conquista, a qualificação da Revista e-hum na qual sou o editor e que se enquadra em Interdisciplinar na área de humanidades com avaliação B-2, no Novo Qualis Capes que passa a ter os seguintes estratos (A1, A2 A3, A4, B1, B2, B3, B4, C e NP). Vamos ao Dejavú do processo!

A História é mais longa, mas irei iniciar por 2014, a revista E-Hum, no plano nacional já pertencia aos Sumários de Revistas Brasileiras e passou a figurar no Portal CAPES de Periódicos e no Portal para periódicos de livre acesso na Internet – LivRe.

No plano internacional, a revista passou a fazer parte do importante sistema de informação de revistas de investigação científicas dos países da América Latina – Latindex, pertencente à Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM).

Também, nesse mesmo período, a E-Hum foi indexada ao Directory of Open Access Journals - DOAJ, um dos mais conceituados diretório do mundo que fornece índices e acessos de alta qualidade para periódicos e jornais. Foi essa última indexação que permitiu a nossa revista, editada em português, figurar internacionalmente nos catálogos de periódicos online de livre acesso das principais bibliotecas do universo acadêmico. Neste mesmo período, vimos a influencia de se indexar ao DOAJ nos projetar para figurar nos catálogos eletrônicos de Universidades como Princeton, Chicago, Colorado, Georgia, Texas, Ottawa, Oiwa, Guelph, Windsor, Wahlstrom, Nottingham, Knowledge Scotland, Westminster, Western Theological, Brock, Ryerson, Laurier, Lille 1, Paris-Est, Bordeaux Montaigne, Laurentienne, Saint Joseph’s, Strasbourg, Glasgow, Lakehead, Amsterdam, Louvain, Copenhagen, Vanderbilt, Swansza, Foreign, Saskatchewan, Wroctawiu, Ilmenauer, Knihovna, Oviedo, Lugano, Trento, Taipei, Wu-Wien, Hong Kong entre outras. Buscamos também melhorar a política de Copyright da revista estabelecendo compromisso de acesso livre com o Diadorim nacional e o Sherpa/Romeo internacional.

Em 2015 montamos no Academia.edu a estrutura da revista para servir de repositório próprio, além de interagir com uma rede social de acadêmicos de alto gabarito e especializados.

Nesse mesmo ano, a revista além de figurar no Portal Brasileiro de Publicações Científicas de Acesso Aberto – OASISbr também passou a ser indexada no Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal – RCAAP e, também no LA REFERENCIA - plataforma que permite a visibilidade da produção científica de acesso aberto das instituições de ensino superior e pesquisa da América Latina.

Então em 2016, já sonhando em ter uma melhor projeção do periódico no plano nacional e internacional, apresentamos um novo indexador à REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico).

Com esse conjunto de ações que envolveram muito atores e ancorados em um projeto gráfico com muita qualidade dos artigos e avaliações dos pareceristas, conquistamos a qualificação da Revista em Interdisciplinar na área de humanidades com avaliação B-4, no antigo Qualis Capes.

Em 2017 comemoramos a inclusão da E-Hum em catálogos on-line de mais de cem (100) bibliotecas espalhadas pelo mundo. De certa maneira, esse resultado confirma a internacionalização do periódico que viabiliza conteúdo científico de qualidade em língua portuguesa e, hoje, já ampliados para Inglês e espanhol.

Não poderíamos deixar de citar o importante papel institucional do Unibh no apoio e manutenção do periódico, assim como nas ferramentas técnicas que permitem a utilização da plataforma de código aberto Open Journal Systems – OJS.

Em 2019 apresentamos a vigésima segunda edição do Magazine comemorando o B-2.

Atribuímos o sucesso crescente ao trabalho coletivo de centenas de pessoas e compartilhamos os resultados obtidos com os membros de nossos conselhos executivo e científico e, também, com os organizadores de dossiê, autores, avaliadores e leitores. Vida Longa a E-HUM e sucesso em 2020!!!


 
Publicado: 2020-01-02
 

CHAMADA DOSSIÊ: V. 12, n. 2 (2019): E-HUM DOSSIÊ: AS DINÂMICAS DO PATRIMÔNIO CULTURAL DA MATERIALIDADE A IMATERIALIDADE! 

 

Os Profs. Rangel Cerceau Netto e Loque Arcanjo Júnior do Centro Universitário de Belo Horizonte, convidam os(as) pesquisadores(as) interessados(as) a submeterem trabalhos para o seu próximo volume, no qual será publicado o Dossiê “As dinâmicas do Patrimônio Cultural da Materialidade a Imaterialidade ”.

A revista E-hum é um periódico vinculado ao Centro Universitário de Belo Horizonte voltado para a área das Humanidades e cujo objetivo é publicar, preferencialmente, textos resultantes dos trabalhos de pesquisadores, docentes e discentes de diferentes vínculos institucionais. Os trabalhos a serem publicados podem ser constituídos por resultados parciais ou finais de investigações acadêmicas. O periódico publica edições semestrais e recebe materiais em fluxo contínuo nas seguintes seções: artigos de dossiês temáticos, artigos livres, transcrições documentais comentadas, resenhas e entrevistas.

O Dossiê “As dinâmicas do Patrimônio Cultural da Materialidade a Imaterialidade ” é uma edição que abordará as dinâmicas do patrimônio cultural e de sua materialidade ou imaterialidade na perspectiva de ampliação da ideia de Patrimônio Cultural ligada, sobretudo, a noções contemporâneas de que os valores atribuídos adquirem sentidos pela interpretação humana e que são tributários de dimensões culturais, fruto dos lugares sociais em que são produzidos e recebidos. Aliás, é importante lembrar que os bens culturais sejam eles materiais ou não existem, sobretudo, pela grandeza imaterial que é justamente o que os faz culturais, pois a razão cultural dos bens, principalmente, os materiais está numa imaterialidade complexa. Assim, propõe-se, nesta edição, abrir espaço para o diálogo entre o desenvolvimentos do campo do patrimônio cultural, com o objetivo de apresentar oportunidades de avanço conjunto.

 

Os trabalhos submetidos deverão conter entre 10 e 20 páginas, incluindo as referências, e serão avaliados por meio de revisão por pares, com retorno aos autores. Para mais informações sobre as normas de publicação, acessar o link: http://revistas.unibh.br/index.php/dchla/about/submissions#authorGuidelines

 

Data limite de submissão de trabalhos: 05/03/2020

 

Submissão de trabalhos através da plataforma online da revista.: http://revistas.unibh.br/index.php/dchla/issue/view/110

 
Publicado: 2020-01-02
 

CHAMADA DOSSIÊ: V. 12, n. 1 (2019): E-HUM Dossiê: História e Relações Internacionais

 

Os professores Gabriel Fernandes Pimenta(RI) e Raul Amaro de Oliveira Lanari (RI, História) e a Editoria da e-hum, convidam os(as) pesquisadores(as) interessados(as) a submeterem trabalhos para o seu próximo volume, no qual será publicado o dossiê “História e Relações Internacionais”. 

A revista E-hum é um periódico vinculado ao Centro Universitário de Belo Horizonte voltado para a área das Humanidades e cujo objetivo é publicar, preferencialmente, textos resultantes dos trabalhos de pesquisadores, docentes e discentes de diferentes vínculos institucionais. Os trabalhos a serem publicados podem ser constituídos por resultados parciais ou finais de investigações acadêmicas. O periódico publica edições semestrais e recebe materiais em fluxo contínuo nas seguintes seções: artigos de dossiês temáticos, artigos livres, transcrições documentais comentadas, resenhas e entrevistas.

O Dossiê “História e Relações Internacionais” é uma edição especial que abordará as relações entre as duas áreas do conhecimento, procurando aprofundar os debates acerca de suas proximidades e tensões. Contemporaneamente, o debate público sobre a política internacional se apoia em pretensas regularidades históricas para identificar riscos à paz e estabilidade global, enquanto os meios acadêmicos se debruçam sobre novas possibilidades de interpretações históricas e métodos de pesquisa que explorem aspectos inéditos das evidências disponíveis. Propõe-se, na edição especial, abrir espaço para o diálogo entre os desenvolvimentos nos dois campos, com o objetivo de apresentar oportunidades de avanço conjunto. Receberão consideração especial trabalhos voltados para os seguintes temas:

 -O lugar da História na teoria das Relações Internacionais;

-Historiografia e epistemologia das Relações Internacionais;

-Relações Internacionais: o espaço da memória;

-Análise de política externa em perspectiva histórica.

 Os trabalhos submetidos deverão conter entre 10 e 20 páginas, incluindo as referências, e serão avaliados por meio de revisão por pares, com retorno aos autores. Para mais informações sobre as normas de publicação, acessar o link: http://revistas.unibh.br/index.php/dchla/about/submissions#authorGuidelines

 Data limite de submissão de trabalhos: 31/03/2019

 Submissão de trabalhos através da plataforma online da

revista.: http://revistas.unibh.br/index.php/dchla/issue/view/110

 
Publicado: 2019-03-06
 
Outras notícias...

v. 13, n. 2 (2020): Dossie: Entre as redes de difusão e o desafio da representação no universo artístico Barroco.


Capa da revista

eoi/doi da Edição - Electronic Object Identifier 

http://eoi.citefactor.org/10.11248/ehum.v13i2