As canções de alucinação: as canções do disco “Alucinação” como diálogos com seus contemporâneos e sua época

André Luiz Rocha Mattos Caviola

Resumo


Hallucination songs: the songs on the album “Hallucination” as dialogues with his contemporaries and his time

Resumo: O objetivo de análise desse artigo é o disco “Alucinação” do músico e compositor Antônio Carlos Belchior, lançado em 1976 pela gravadora Polygram/Philips, com dez composições de sua autoria. Dentro do estudo da canção, o historiador Marcos Napolitano lança as bases para uma análise que compreende tanto os mecanismos verbo-poéticos e os parâmetros musicais que na experiência estética da canção forma uma unidade. Além dessa dupla articulação proposta por Napolitano, pretende-se relacionar neste trabalho o disco alucinação a outras tipologias documentais, associando-os a temas da historiografia e a problemática de seu próprio tempo, como a contracultura nos anos 1960, os anos da repressão durante a ditadura civil-militar, a emergência de uma nova geração de artistas, a tentativa de uma proposta musical pós-tropicalista e a articulação entre o regional e o nacional presente nas canções do disco.

Palavras-chave: História e música, Belchior, Alucinação.


Abstract: The purpose of this article is to analyze the album “Hallucination” by musician and composer Antônio Carlos Belchior, released in 1976 by the Polygram / Philips label, with ten compositions of his own. Within the study of the song, historian Marcos Napolitano lays the groundwork for an analysis that comprehends both the verb-poetic mechanisms and the musical parameters that form a unity in the aesthetic experience of the song. In addition to this double articulation proposed by Napolitano, the aim is to relate in this work the hallucination disc to other documentary typologies, associating them with themes of historiography and the problematic of his own time, such as counterculture in the 1960s, the years of repression during civil-military dictatorship, the emergence of a new generation of artists, the attempt of a post-tropicalist musical proposal and the articulation between the regional and the national present in the songs of the disc.

Keywords: History and music, Belchior, Hallucination.

Recebido em: 03/07/2019 – Aceito em 29/12/2019


Palavras-chave


História da Música;Música Brasileira; Belchior

Texto completo:

PDF

Referências


Referencias bibliográficas:

ARCANJO, Loque Jr. História da música: reflexões teórico-metodológicas - Revista Modus - Ano VII / Nº 10 - Belo Horizonte - Maio 2012, p. 13.

ATHAYDE, Eduardo. Belchior: o que me interessa é amar e mudar. Revista Pop, junho. 1976.NAPOLITANO, Marcos. História & Música - história cultural da música popular - 3 ed. rev.; 1.reimp. - Belo Horizonte: Autêntica, 2016, pp. 78-79.

FEIJÓ, Martin Cezar. Cultura e contracultura: relações entre confirmismo e utopia. - Revista Facom - Nº 21 - 1º Semestre de 2009. Disponibilizado através do link: . Acesso realizado em 14/06/2018, p. 4.

GUIMARÃES, Felipe Flávio Fonseca. Traços da contra cultura na cultura brasileira da década de 1960: um estudo comparado entre movimentos contraculturais nos Estados Unidos e no Brasil. - XVIII Encontro Regional (ANPHU-MG) - Disponibilizado através do link: . Acesso realizado em 14/06/2018, pp. 8-9.

HERMETO, Miriam. Canção popular brasileira e ensino de história: palavras, sons e tantos sentidos. – Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2012, p. 125.

MEDEIROS, Jotabê. Belchior: apenas um rapaz latino americano - São Paulo: Todavia, 1º ed., 2017, p. 92.

SEVERIANO, Jairo. Uma história da música popular brasileira: das origens à modernidade - São Paulo: Editora 34, 2013 (3º edição), p. 420.

Música e Discografia:

BELCHIOR, Antônio Carlos, 1976, Apenas um rapaz latino-americano.

BELCHIOR, Antônio Carlos, Alucinação, Revista Pop, julho. 1976.

BELCHIOR, Antônio Carlos (WEA), Revista Pop, junho. 1977.

BELCHIOR, Antônio Carlos, 1976, Fotografia 3x4

BELCHIOR, Antônio Carlos, 1976, À palo seco

BELCHIOR, Antônio Carlos, 1976, Velha Roupa Colorida.

BELCHIOR, Antônio Carlos, 1976, Como Nossos Pais.


##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2020 André Luiz Rocha Mattos Caviola

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

NOVO QUALIS CAPES B2