JUVENTUDE, SOCIEDADE E FORMAÇÃO ESCOLAR: DISTANCIAMENTOS E APROXIMAÇÕES ENTRE CURRÍCULO E VIDA JOVEM NA CONTEMPORANEIDADE. (Dossíê: Práticas de Ensino e Aprendizagem: a experiência docente e os desafios epistemológicos e metodológicos da educação)

Rodrigo Lessa

Resumo


Youth, Society and School Training: distances and approaches between curriculum and young life in the contemporary world

Resumo: Neste estudo realizamos uma reflexão sobre as relações entre a formação escolar e as dinâmicas de práticas e saberesda juventude na contemporaneidadeproblematizando questões como o papel do trabalho na formação educacional, os processos de tomada de consciência do jovem nos espaços escolares e a relação entre as formas de ação coletiva as esferas de participação juvenis na escola. Através de uma discussão que problematiza um conjunto de referências clássicas e contemporâneas no âmbito da Sociologia da Educação e da Sociologia da Juventude, este trabalho procura contribuir com os debates que, partindo de uma ou outra destas subáreas das Ciências sociais, têm revisto a maneira como se pode pensar a construção dos currículos e o desenvolvimento da formação escolar diante da necessidade de realizar uma educação que permita ao jovem compreender e transformar a realidade social na qual está inserido.
Palavras-chave: Educação. Juventude. Currículo.


Abstract: In this study we present a reflection on the relationship between school education and the dynamics of youth practices and knowledge in the contemporary world, problematizing issues such as the role of work in educational formation, the processes of youth awareness in school spaces and the relationship between forms of collective action the spheres of youth participation in school. Through a discussion that problematizes a set of classic and contemporary references in the Sociology of Education and the Sociology of Youth, this paper seeks to contribute to the debates that, starting from one or another of these subareas of Social Sciences, have reviewed the way one can think of the construction of curricula and the development of school education in the face of the need to carry out an education that allows young people to understand and transform the social reality in which they are inserted.
Keywords: Education. Youth. Curriculum.

Recebido em: 19/10/2017  – Aceito em 11/02/2018


Palavras-chave


Educação. Juventude. Ciências Sociais.

Texto completo:

PDF

Referências


CÂNDIDO, A. O papel do estudo sociológico da escola na sociologia educacional. In: Congresso Brasileiro de Sociologia, 1., 1955, São Paulo. Anais... São Paulo: Sociedade Brasileira de Sociologia, 1955. p. 117-130

DURKHEIM, Émile. Educação e Sociologia. São Paulo: Hedra, 2010.

Parsons, Talcott. El sistema social. Madrid: Alianza Editorial, 1999.

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de Estado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1983.

GRAMSCI, Antônio. Os Intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: civilização Brasileira, 1982.

CARROCHANO, Maria Carla. Jovens No Ensino Médio: qual o lugar do trabalho? In.: DAYRELL, Juarez; CARRANO, Paulo; MAIA, Carla Linhares. Juventude e ensino médio: sujeitos e currículos em diálogo. Belo Horizonte, Editora da UFMG, 2014.

DAYRREL, Juarez. A escola faz as juventudes? Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 100, p. 1105-1128, out. 2007.

BOURDIEU, Pierre. As contradições da herança. In.: NOGUEIRA, Maria Alice Nogueira; CATANI, Afrânio. (Orgs.). Pierre Bourdieu: escritos em Educação. Petrópolis: Vozes, 1998.

CARRANO, Paulo Cesar Rodrigues. Identidades culturais juvenis e escolas: arenas de conflitos e possibilidades. Diversia: Educación y Sociedad, v. 1, p. 159-184, 2009

DUBET, François. A formação dos indivíduos: a desinstitucionalização. Revista Contemporaneidade e Educação, vol. 3, 1998, p. 27-33.

YOUNG, Michael. Para que servem as escolas? Educ. Soc. [online], vol.28, n.101, pp.1287-1302. 2007.

GIROUX. Henry. Teoría y resistencia en educación. México: Siglo Veintiuno Editores, 2004.

GIDDENS, Anthony. Modernidade e Identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.

SPOSITO, Marília. Transversalidades no Estudo Sobre Jovens no Brasil. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.36, n. especial, p. 95-106, 2010.


##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Rodrigo Lessa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

  

NOVO QUALIS CAPES B2