O ANO LETIVO COMO UNIDADE DE ANÁLISE: UM ESTUDO DE SALA DE AULA DE HISTÓRIA

Luisa Teixeira Andrade

Resumo


RESUMO:

Neste trabalho buscamos realizar uma análise macro dos processos de ensino e aprendizagem de História no contexto de uma turma do 2o ano do ensino médio da Escola Estadual Maestro Villa-lobos da Rede de Educação de Minas Gerais elegendo como unidade de análise o ano letivo. Os dados desse artigo foram extraídos do banco de dados gerado pela pesquisa de mestrado desenvolvida na Faculdade de Educação/UFMG, defendida em 2006, que buscou investigar os processos de ensino-aprendizagem de História nas interações discursivas da sala de aula. No intervalo de abril a outubro de 2005 a referida sala de aula de História foi objeto de um estudo de características etnográficas que contou com observações sistemáticas de todas as aulas de História e, a partir do mês de maio, registros em vídeo que contemplaram diversas unidades temáticas e entrevistas com alunos e professora. Este estudo, portanto, centra-se em um universo amplo de todas as aulas acompanhadas com vistas a fornecer um espectro abrangente da prática pedagógica da professora e do processo de ensino durante grande parte do ano escolar. Teoricamente estamos levando em conta os pressupostos da teoria bakhtiniana de que “todo enunciado é um elo na cadeia da comunicação verbal” (Bakhtin, 2004) e só é compreendido se imerso nessa cadeia em que aparece e só se completa na presença do outro. Nesse sentido, ao lançarmos uma luz sobre o ano escolar identificamos vários aspectos elucidativos do processo educacional como um todo, quais sejam, variações de rendimento, participação e produtividade dos alunos ao longo do ano, alteração do papel e da importância das estratégias pedagógicas da professora com o passar do tempo, rendimentos e produtividades diferenciadas dos alunos em relação aos distintos conteúdos.

PALAVRAS-CHAVE: sala de aula, História, ano letivo

ABSTRACT:

In this work we made a macro analysis of the processes of teaching and learning history in the context of a class of second year of high school at the State School Maestro Villa-Wolves Education Network of Minas Gerais chosen as the unit of analysis the school year. The data in this article were taken from the database generated by the master's research at the School of Education / UFMG, defended in 2006 that investigated the teaching-learning processes in history discursive interactions in the classroom. In the interval from April to October 2005 said history classroom was the subject of a study of ethnographic characteristics that had systematic observations of all history lessons and, from the month of May, video recordings which contemplated various units thematic and interviews with students and a teacher. This study therefore focuses on a broad universe of all classes together in order to provide a comprehensive spectrum of pedagogical practice of the teacher and the teaching process for much of the school year. Theoretically we are taking into account the assumptions of Bakhtin's theory that "every statement is a link in the chain of verbal communication" (Bakhtin, 2004) and is only understood if immersed in this chain in which it appears and only complete in the presence of the other. In this sense, to throw a light on the school year identified several enlightening aspects of the educational process as a whole, namely, income variations, participation and productivity of students throughout the year, changes in the role and importance of teaching the teacher strategies over time, income and differentiated productivity of students in relation to different content.

KEYWORDS: classroom, History, school year

Recebido:17/04/2013   Aceito:27/09/2013


Palavras-chave


sala de aula; História; ano letivo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários
 |  Incluir comentário

Direitos autorais