ABORDAGENS IDEOLÓGICAS E HISTORIOGRÁFICAS SOBRE O NEGRO NOS PARADIDÁTICOS E DIDÁTICOS (Dossiê: Práticas de Leitura, Livros Didáticos, Relações Raciais e as Culturas Africana e Afro-Brasileira)

João Bernardo Silva Filho

Resumo


IDEOLOGICAL AND HISTORIOGRAPHIC APPROACHES ABOUT THE BLACK IN THE PARADIDATIONAL AND DIDACTIC.

Resumo:

Um dos propósitos deste artigo é o de incentivar leitores/graduandos(as) a lerem melhor compreender os discursos verbais e iconográficos sobre enfoques acerca da história do negro em livros paradidáticos e didáticos, contribuindo para releitura dessa história. A discussão é perpassada por alusões à promulgação da Constituição de 1988, que contém artigos sobre cidadania e sua prática no Brasil, à Lei de Diretrizes e Bases de 1996, que regulamenta a educação básica, pelos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN, diretrizes elaboradas pelo Governo Federal que orientam a educação, e pela Lei 10.639,  de 2003, que  estabeleceu  a obrigatoriedade do ensino da história da África e da cultura afro-brasileira na escola básica. A partir de tais referências, busca-se incentivar leitores e graduandos a lerem textos paradidáticos e didáticos, à luz de novas referências teórico-historiográficas e de pesquisas sobre a história do negro na sociedade brasileira. Este estudo procura sensibilizar o público leitor a realizar leituras da temática sob um outro olhar, que possa esclarecer e interpretar a presença do negro como uma das matrizes formadoras da cultura brasileira.
Palavras-chaves: Representação, histórica do negro. Escravismo. Livro didático.

Abstract:

One of the purposes of this article is to encourage readers to read and understand verbal and iconographic discourses about the history of the Negro in paraphrased and didactic books, contributing to re-reading this story. The discussion is permeated by allusions to the promulgation of the Constitution of 1988, which contains articles on citizenship and its practice in Brazil, the Law of Guidelines and Bases of 1996, which regulates basic education, by National Curricular Parameters - PCN, directives elaborated by the Government Federal Law that guide education, and Law 10.639 of 2003, which established the obligation to teach the history of Africa and Afro-Brazilian culture in basic school. From these documents, readers and graduates are encouraged to read paraphrased and didactic texts in the light of new theoretical-historiographic references and research on the presence of the black in Brazilian society. This study seeks to sensitize the readership to readings of the theme in another way that can clarify and interpret the presence of the Negro as one of the formative matrices of Brazilian culture.
Keywords: Black historical representation. Slavery. Textbook.

Recebido em: 24/07/2017  – Aceito em: 25/08/2017


Palavras-chave


Livro didático, Escravismo, história do negro

Texto completo:

PDF

Referências


Referências bibliográficas

BARROS, José D’Assunção. O campo da história: especialidades e abordagens. Petrópolis: Vozes, 2004.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil – 1988. 16.ed., atual. e ampl. São Paulo: Saraiva, 1997. (Coleção Saraiva de Legislação).

BRASIL. Lei 10.639 de janeiro de 2003

.Disponível em . em:. Acesso em19 jul. 2017

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais(5ª-8ª séries). Versão preliminar. Brasília/DF: MEC/SEF, dez., 1995.

CHARTIER, Roger. A História Cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

DE CERTEAU, Michel. A escrita da história. Trad. Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FONSECA, Thais Nívia de Lima. História & ensino de História. Belo Horizonte: Autêntica, 2003a.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 1987.

FREYRE, Gilberto. Casa-grande & senzala. Rio de Janeiro: Maia e Schmidt Ltda., 1933.

JODELET, Denise (Org.). Representações sociais: um domínio em expansão. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2001.

MATTOSO, Kátia M. de Queirós. Ser escravo no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1988.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 2002.

PROGRAMA DE HISTÓRIA – 1º e 2º graus. Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais, jul., 1987. In: FONSECA, Thais Nívia de Lima. História ensino de História. Belo Horizonte: Autêntica, 2003a.

REIS João José; GOMES, Flávio dos Santos. Liberdade por um fio: história dos quilombos no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.


##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
 |  Incluir comentário

Direitos autorais 2017 João Bernardo Silva Filho

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.