GESTÃO AMBIENTAL CORPORATIVA: ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA METODOLOGIA DE PRODUÇÃO MAIS LIMPA (P+L)

Luvânia Dias Gomes, Leonardo Bezerra Lima, Eldelita Aguida Porfirio Franco

Resumo


A preocupação com as questões ambientais trouxe à tona que a poluição é uma perda no processo produtivo, e que empresas devem atuar de forma a alcançarem as adequações ambientais exigidas e que novos empreendimentos devem ser pensados de forma que abranjam     as perspectivas ambientais. Por isso a responsabilidade social é tão importante para as empresas, que são compreendidas cada vez menos como uma unidade de produção, e mais como uma organização, que se concretiza no respeito aos direitos humanos e meio ambiente. Nesse contexto com o surgimento do conceito de desenvolvimento sustentável veio à necessidade de criação de novas técnicas a serem aplicadas nos sistemas produtivos a fim de obter um melhor desempenho ambiental em todo o ciclo de vida do produto. Para isso a abordagem da produção mais limpa visa soluções voltadas para a prevenção e minimização, para que as empresas atuem na fonte geradora. A produção mais limpa é uma forma de resposta às pressões do mercado. A sua implantação reduz os riscos das operações nas organizações sobre a sociedade e meio ambiente, além de promoverem inovação das mesmas com ganho de agregação de valor competitivo. A presente pesquisa analisou o cenário das indústrias teresinenses perante a ferramenta de produção mais limpa, e se as mesmas possuem ou estão implantando práticas de produção mais limpa. Quanto aos propósitos a pesquisa foi do tipo exploratória, com abordagem do problema de aspecto qualitativo. Foi também bibliográfica e pesquisa de campo devido interrogar representantes do objeto de estudo. Constatou-se que as empresas estão em nível muito baixo de gestão ambiental e que mesmo possuindo conhecimento da ferramenta de produção mais limpa, as mesmas encontram-se em uma fase pouco desenvolvida referente a gestão ambiental, ainda no estágio reativo.

ABSTRACT

Concern about environmental issues brought up that pollution is a loss in the production process, and that companies must act in order to achieve the required environmental adjustments and new projects must be designed so that cover environmental perspectives. Why social responsibility is so important for companies, which are understood less and less as a production unit, and more as an organization, which is realized in the respect for human rights and the environment. In this context, the emergence of the concept of sustainable development came the need to create new techniques to be applied in production systems in order to achieve better environmental performance throughout the product life cycle. For this, the approach of cleaner production aims to solutions aimed at prevention and minimization, so that companies act at the source. Cleaner production is a form of response to market pressures. Its implementation reduces the risks of operations in organizations on society and the environment, and promote innovation with the same competitive value-added gain. This research analyzed the scenario of Teresina industries before the cleaner production tool, and whether they have or have been implementing cleaner production practices. As for the purposes of the research was exploratory, with approach to the qualitative aspect of the problem. It was also literature and field research due to question representatives of the study object. It found that companies are at a very low level of environmental management and that even having knowledge of cleaner production tool, they are in a phase undeveloped related to environmental management, still in the reactive stage.


Palavras-chave


Gestão Corporativa. Melhoria de Processos. Redução de Resíduos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18674/exacta.v9i2.1814

ISSN 1984-3151