ESTIMATIVA DA TEMPERATURA ADIABÁTICA DE CHAMA DA FORNALHA DE UMA CALDEIRA SIDERÚRGICA INDUSTRIAL

Letícia Fabri Turetta, Andréa Oliveira Souza da Costa

Resumo


A indústria siderúrgica produz quatro subprodutos com significativa capacidade de geração de energia. Esses subprodutos podem ser utilizados como combustível na caldeira siderúrgica, equipamento da central termoelétrica. O objetivo deste estudo é propor uma modelagem para estimar a temperatura adiabática da chama da fornalha de uma caldeira siderúrgica com a variação de ar e combustível disponível. A técnica empregada consiste no princípio da Primeira Lei da Termodinâmica. O balanço de energia do sistema foi proposto definindo assim o modelo. A solução do modelo possibilita estimar a temperatura adiabática do sistema. Na indústria, a temperatura adiabática é determinada pelo poder calorífico inferior dos combustíveis. A metodologia proposta neste estudo faz com que não sejam necessários levantamentos experimentais do poder calorífico inferior. Os valores da temperatura adiabática simulados indicam que utilizar condições operacionais distintas na alimentação do combustível e do ar podem afetar significativamente o valor deste parâmetro. Nas simulação com a variação de ar, nota-se que a temperatura adiabática decresce com o acréscimo do excesso de ar. Tal resultado é esperado, uma vez que o aumento da massa, contida no sistema, diminui a eficiência energética do processo. Conclui-se que a metodologia proposta provou ser eficaz de descrever o sistema quando diferentes condições de alimentação são adotadas.

 

ABSTRACT

Steel industry produces four by-products with significant capacity of energy generation. These products can be used as fuel at steel boiler, equipment thermoelectric plant. The objective of this study is to propose a modeling to estimate the adiabatic flame temperature furnace’s of an industrial boiler steelmaking with the variation of available air and fuel. The technique employed consists in principle of the First Law of Thermodynamics. The system's energy balance was proposed thus defining the model. The solution’s model enables to estimate the system’s  temperature of the adiabatic. In industry, the adiabatic temperature is determined by the fuel’s lower heating value. The methodology proposed in this study makes is not necessary experimental surveys of the lower heating value. The values at the adiabatic temperature simulated to indicate that use different operating conditions in the feed of fuel and air can significantly affect the value of this parameter. In the simulation with the variation in air, it is noted that the adiabatic temperature decreases with the increase of excess air. This result is expected since the increase of the mass contained in the system decreases the energy efficiency of the process. It is concluded that the methodology proved to be effective to describe the system when different air and fuel feed are adopted.

Palavras-chave


Indústria siderúrgica. Temperatura adiabática de chama. Primeira Lei da Termodinâmica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18674/exacta.v9i2.1761

ISSN 1984-3151