As implicações da caquexia no câncer

Adriana Cândida da Silva, Luiza da Silva Pinheiro, Rayane Campos Alves

Resumo


O câncer é atualmente um problema de saúde pública mundial, caracterizado pelo crescimento desordenado de células que invadem tecidos e órgãos. A perda de peso e de tecidos corporais, disgeusia e anemia são condições comuns em pacientes oncológicos. A caquexia no câncer caracteriza por anorexia, diminuição da massa muscular, disfunção imune e uma série de mudanças que resulta, inicialmente, de alterações na ingestão e má absorção de nutrientes e, seguidas, de alterações metabólicas que diferem do que ocorre no jejum prolongado, afetando praticamente todas as vias metabólicas. Neste trabalho será apresentada uma revisão bibliográfica dos principais aspectos metabólicos envolvidos na caquexia no câncer. Destaca-se que o estado caquético é provavelmente mediado por citocinas que alteram o metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras em pacientes com câncer. A terapia nutricional adequada melhora a resposta clínica e o prognóstico do paciente.

Palavras-chave


câncer, caquexia, citocinas, terapia nutricional

Texto completo:

PDF


A abreviatura do periódico é e-Sci, o qual deve ser utilizado em bibliografias, notas de rodapé e para referências. ISSN: 1984-7688, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da e-Scientia, exceto quando identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.