Avaliação das necessidades nutricionais do vegetariano na prática desportiva

Caroline Martins Ribeiro, Graziele Christine Alvarenga, Joana Fuzessy Coelho, Vanessa Mazochi

Resumo


Alguns estudos relatam que a dieta vegetariana é um meio saudável e equilibrado de se alimentar. Várias pesquisas apontam seus efeitos positivos destacando-se: menor consumo de lipídeos e menor prevalência de patologias. Algumas considerações podem levar o indivíduo a aderir a uma dieta vegetariana como a preocupação ligada ao meio ambiente, à ecologia, à fome mundial, considerações éticas e crenças religiosas. O objetivo do presente trabalho foi verificar a capacidade da dieta vegetariana em suprir as necessidades nutricionais de um atleta e/ou praticante de atividade física; incluindo vantagens e desvantagens do padrão dietético vegetariano, além de demonstrar a importância de uma dieta saudável e equilibrada em macro e micronutrientes. Certos nutrientes como os aminoácidos essenciais, vitaminas B12 e D, riboflavina, ferro, cálcio e zinco, podem gerar preocupação pelo risco de estarem em déficit nas dietas vegetarianas. Devido ao fato da necessidade aumentada desses nutrientes e também da maior recomendação de carboidratos para atletas, o consumo deve ser monitorado quando o atleta optar por uma dieta vegetariana. Concluiu-se que mesmo com inúmeras vantagens da escolha dietética dos vegetarianos, estes indivíduos (atletas ou praticantes de atividade física), sempre necessitarão de acompanhamento nutricional e suplementação nutricional.

Texto completo:

PDF


A abreviatura do periódico é e-Sci, o qual deve ser utilizado em bibliografias, notas de rodapé e para referências. ISSN: 1984-7688, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Licença Creative Commons
Todo o conteúdo da e-Scientia, exceto quando identificado, está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição 3.0 Não Adaptada.